Home > Notícias >

Entrega do Imposto de Renda 2022 chega a 13 milhões; entenda o volume ainda baixo

Entrega do Imposto de Renda 2022 chega a 13 milhões; entenda o volume ainda baixo

Nesta quarta-feira (13), a Receita Federal informou que até às 11h foram entregues 13.620.836 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física  (IRPF) 2022, ano-calendário 2021.    

Neste ano, o prazo para entrega da declaração ao Fisco começou em 7 de março e tinha previsão para terminar em 29 de abril. Contudo, a data final foi prorrogada para 31 de maio.   

Além disso, a Receita também prorrogou a data de vencimento do imposto a pagar apurado para o final do mês de maio, mas as restituições seguirão o cronograma anterior, de cinco lotes, sem alteração. 

As datas permitidas para o débito automático passam a ser 10 de maio, para a primeira cota, e até 31 de maio para as demais. 

Para emitir o DARF de imposto de renda de pessoa física já preenchido, o contribuinte pode utilizar o sistema Meu Imposto de Renda, ou emitir a manualmente pelo aplicativo SicalcWeb. 

Entrega do IR está baixa, mas já é esperado

O especialista em Imposto de Renda da Crowe Macro Auditores e Consultores, Felipe Gomes dos Santos, explica que apesar da quantidade de envio de declarações do IR parecer baixa, esse comportamento já é esperado para esse período.

“Historicamente, o volume maior de entrega acontece perto dos últimos últimos 20 dias do prazo final. Como neste ano a Receita se pronunciou sobre o aumento do prazo de entrega um mês antes do encerramento, automaticamente os contribuintes deram uma tranquilizada e muitas pessoas acabaram jogando a atividade para o mês de maio. Então, é natural que um volume muito grande dos contribuintes acabe deixando isso para um segundo momento”, disse o especialista.

Mas Felipe orienta que, apesar da postergação da entrega ser uma tendência dos brasileiros, não é o recomendado pelos especialistas. Deixar para entregar a documentação à Receita perto do fim do prazo, pode resultar em problemas com o Fisco.

“Quem está deixando para entregar o Imposto de Renda em maio, não deixe para fazer no fim do prazo, é preciso tempo para ter o mínimo de calma no para fazer o processo. É indicado também o acompanhamento de um profissional, caso a pessoa não se sinta 100% segura. Lembrando que quanto antes enviar a declaração, antes terá o resultado sobre uma possível malha, se a declaração foi processada pela Receita, e se tiver imposto a restituir, o quanto antes receberá os valores”, pontua.

Fonte/Reprodução: contabeis.com.br

Gostou do conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Podemos ajudar?