Home > Notícias >

Inflação acumula 12,7% em um ano e pesa mais em famílias de baixa renda

Inflação acumula 12,7% em um ano e pesa mais em famílias de baixa renda

De acordo com dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), vinculado ao Ministério da Economia, as famílias de renda mais baixa foram as que mais sentiram o impacto da inflação no mês de abril, pesando em seus bolsos de forma mais acentuada que em outras faixas de renda.

A alta de preços para estas famílias foi de 1,06%, ante 1% na faixa de renda mais alta. A alta dos alimentos consumidos em casa é a principal responsável pela pressão inflacionária nas três classes de renda mais baixas no período.

Para outros segmentos de renda, os aumentos envolvendo o grupo de transportes, como reajuste de combustíveis, transportes por aplicativos e passagens aéreas foram os que causaram maior impacto nas rendas familiares.

Avaliando o acumulado em 12 meses, a inflação sentida pelo grupo de renda muito baixa foi 17,6% maior que a sentida nas faixas de alta renda, de acordo com o indicador.

No grupo de renda muito baixa, a inflação acumulada no período terminado em abril foi de 12,7%, contra 10,8% nas famílias de alta renda.

Além da alimentação, os reajustes nos preços de habitação também impactaram os grupos de menor renda.

Fonte/Reprodução: contábeis.com.br

Gostou do conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais.
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Podemos ajudar?